sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Agora é sua vez

Eu te amo
mas não sei como lidar com isso.
Não quero que aconteça.
Eu sinto sua falta:
falta do que eu queria que você fosse.
Mas sabe o que é surpreendente?
Eu sobrevivi a seu choque.
Fui maltratada,
iludida,
espancada moralmente.
E fui adiante
sem você.
Fui acolhida por alguém que,
ao contrário de você,
não é lesado,
têm paciência,
energia.
Sou uma descarga elétrica,
lembra?
Agora não adianta me ligar
menos ainda me querer.
Já tenho quem me queira.
Alguém que,
em doses homeopáticas
e muito esforço,
tem curado as feridas abertas por você.
Para que você pare
de uma vez por todas
é bom que saiba a verdade.
Eu menti
toda vez que disse que estava bem.
Menti também quando disse
que tinha tempo,
panciência.
Não tinha.
Não tenho.
Não escolhi.
Simplesmente aconteceu
e eu sofri.
Agora é sua vez.
Sentiu que me perdeu
e acertou.
Agora é para sempre.

8 comentários:

  1. Bom fds "Graminha"!bjs

    ResponderExcluir
  2. "Graminha"? Fiquei curiosa! Obrigada, pra ti tbém!

    ResponderExcluir
  3. Galeano... ;)"somos muito mais que parecemos"... quando te vejo?

    ResponderExcluir
  4. Alguém sonhando em te conhecer! :) Boa semana pra ti...

    ResponderExcluir
  5. Tenho minhas desconfianças...
    Como saber?

    ResponderExcluir
  6. Você vai descobrir, eu sou determinado (e brasileiro)!rs...

    ResponderExcluir
  7. Mais um que vale a pena, Linda...
    http://www.youtube.com/watch?v=39mhCuEm4z0&feature=player_embedded

    ResponderExcluir